WHAT'S NEW?
Loading...

A Divina Criação dotou a Natureza do nosso planeta de muitas manifestações de Energia.

À energia manifesta do Mar deram o comando  à Iemanjá.

Às águas doces nomearam Oxum.

Ao ar que permeia tudo, deram o comando com à Iansã.

A Xangô deram os trovões, a eletricidade, a força das pedras, e montanhas...Continue Lendo
Finalmente a Quaresma está terminando. Vibracionalmente, o período entre Carnaval e Páscoa é dos mais pesados para nosso planeta, reverberando sobre nossas auras, testando-nos duramente, e podemos perceber, mal comparando, os quarenta dias que nosso Mestre passou no deserto, sendo abordado pelos mais trevosos espíritos, e envolvido pelas mais escuras vibrações. Quem já entrou pela porta da mediunidade vai entender perfeitamente o que estou escrevendo.
E quem estuda e pretende evoluir na senda mediúnica sabe também que é um tempo de muita cautela. Cautela com os pensamentos, e, sobretudo com os atos. Cautela com as palavras e a compreensão, pois tudo parece estar turvo, modificado, em um estado alterado de realidade. Tempo em que os dirigentes espirituais solicitam aos participantes reflexão, prece e um estado meditativo...Continue Lendo

O querido representante da malandragem na Umbanda, ainda é cercado de mistérios, sendo considerado muitas vezes um encantado, e em outras, que veio parar no Rio, na Lapa, nos idos de 1940. Mas o que sabemos na Umbanda, é que eles nos protege, só trabalha para o Bem, prega sempre a Caridade, mas acredita que cada um colhe o que planta, então tem que se ter muita responsabilidade e cuidado...Continue Lendo

Na Umbanda há muitos mistérios, e quando se escreve sobre o Povo Cigano, mais e mais véus vão surgindo. Tudo é simbólico e guarda fundamentos ricos de significados.
Vale dizer que muitos Ciganos que trabalham hoje na Umbanda, podem não tê-lo sido na última encarnação, mas como em algum momentos de suas reencarnações entrou em contato com sua cultura e costumes, preferem usar no Astral a vestimenta Cigana, assim como continuar com seus preceitos. Continue Lendo

Mais uma vez é a ocasião do carnaval, seguida da Quaresma, até a mais uma Páscoa. Preceitos cristãos, absorvidos pelo Espiritismo e pela Umbanda.
O carnaval vem de tempo imemoriais, das festas do deus Dionísio na antiga Grécia (Baco para os romanos, tempos depois). E em Roma, nos seus primeiros tempos, pessoas eram sacrificadas aos deuses nestes eventos. Destas festas até os tempos de hoje, ainda herdamos bastante coisa da barbárie, excessos de sensualismo e álcool, atitudes e pensamentos primitivos. Estes eflúvios mentais até hoje na atmosfera ficam mais intensos e se coagulam sobre os “foliões” nos dias de folia. Continue Lendo

Minha Rainha, Soberana do Mar! Que a Força das Suas àguas se mantenha, além de toda a poluição que jogamos nelas. A poluição dos metais pesados, dos plásticos que não se degradam, os dejetos das casas que não possuem adequado tratamento , das sórdidas experiências atômicas, das perfurações em busca de combustíveis fósseis que um dia irá terminar...Continue Lendo

No Estado do Rio, assim como em todo Sudeste, Oxóssi é sincretizado com São Sebastião. São Sebastião nasceu, por volta de 234 dC. em Milão e foi oficial da guarda pretoriana em Roma. Foi cristão convicto e ativo e por esse motivo padeceu também sob o domínio do imperador Diocleciano. Denunciado como cristão, São Sebastião foi levado perante o imperador e confessou publicamente a sua fé em Jesus Cristo. Acusado de traição foi condenado a morte, mas verificaram que não morreu mesmo crivado pelas inúmeras flechas disparadas. O Imperador Diocleciano então mandou açoitá-lo até à morte.
Na Umbanda, Oxóssi é considerado o grande Caçador, mas na realidade ele é um grande caçador de Almas...Continuar Lendo